Estão tentando um meninão, né?

Estou tão calma e zen nessa gravidez que mal me reconheço.

Zero irritação, zero mau humor, zero ansiedade (em compensação, MUITAS lágrimas, acho que estou quebrada).

Contudo, se tem uma coisa que me deixa virada no jiraya de ódio é ouvir a frase do título do post dezenas de vezes ao dia.

Eu realmente não consigo entender o que se passa na cabeça das pessoas e que tipo de gente escolhe um FILHO pelo sexo, mas ó, posso GARANTIR: aqui as coisas não funcionam assim.

Ter bebês não é uma roleta russa, na qual vc fica “tentando a sorte”.

O sexo do terceirinho é tão indiferente, que sequer fizemos exame de sexagem fetal dessa vez, mesmo com a data da viagem para os EUA se aproximando.

Já pensamos em nomes de meninas, porém de meninos ainda não (não, não será Elvis, maridón, encare os fatos).

E antes que alguém venha dizer que sou hipócrita porque queria que a Lily fosse menina, já vou colocar os pingos nos is: desejar que a Pi tivesse uma irmã-melhor-amiga-companheira como eu tive é bem diferente de ficar planejando dias de ovulação, tentativas e filhos só para ter o sexo x ou y (literalmente).

Então é isso, povo de Sucupira: seja qual for o gênero desse bebê, ele será igualmente amado, desejado e esperado.

Nós NÃO estamos “tentando um meninão”, NÃO vamos tentar um quarto filho se esse for menina também (quem sabe uma adoção em um futuro distante, independente de sexo) e sim, nós temos TV em casa.

Pronto. Agora podemos retomar a programação normal de grávida Branca de Neve.

Obrigada. De nada.

6 pensamentos sobre “Estão tentando um meninão, né?

  1. hahahah Essa é ótima!!! Penso como você, até porque, sinceramente, o gênero sexual físico pode ser tão diferente e igualmente amado do que o gênero sexual espiritual. Ou seja, temos tantos “meninos” em corpos de “meninas” e “meninas” em corpos de “meninos” que, sinceramente, dá até preguiça pensar nisso dessa forma! Mas é divertido…

  2. Paula, parabéns pelo post: o problema é que as pessoas gostam de dar palpite naquilo que não lhes cabe. Deveriam simplesmente curtir a notícia com vcs.
    Mas essa é a nossa cultura:
    quando namoramos é a famosa frase: quando vão casar?
    casamos e vem a pergunta: e os filhos?
    se vc tem um filho dizem que vai se sentir sozinho; se tem dois falam que é muito difícil e, se tem três? A razão é a falta de TV, (risos)!

  3. #tamojunto
    Também gostaria que o segundinho fosse uma irmã-melhor-amiga-companheira da minha Cecília, se vier um menino será muito bem vindo. Mas que me irrita quando falam “Tomara que venha um menino pra fazer um casal”, ah isso me irrita.

    • Péssimo, né? Povo sem noção!
      Quem disse que eu quero um casal/menino/menina/xis?
      Pior é a cara de “pôxa, que pena!” que fazem quando conto que é outra menina…. Se soubessem o tamanho da minha alegria, teriam inveja, isso sim, rssssssssss

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s