Corujices curtinhas – parte 10

# Pilar:

– Come verdinho igual às princesas, filha.

– Não, não! Eu quero ser fooooooooorte como o Hulk!

——-

– Eu quero ir para uma casa nova igual ao vovô Maximo.

– Pq? Vc não gosta da nossa?

– Gosto, mas estou precisando mudar de vida, sabe?

——-

– Mamãe, vc é tão linda e tão bonita! Com colar, com-sem colar, de vestido, com-sem vestido… Vc é linda de QUAL jeito. Do jeitinho que vc é!

❤❤❤❤❤

——-

Para a amiguinha:

– Se vc quiser, minha mamãe pode ser sua mãe também. Ela é mamãe de toooooodo mundo!

——-

– Hoje vai ter cachorro quente* para o jantar!  Quem quer???

– CACHORRO?? Eu não quero comer cachorro! Sou vegetaLiana!

* com salsicha veggie Goshen, MEGA delícia #infelizmentenãoéjabá #masaceitopagamentoemprodutos #ficaadica

——-

– Papai, compra pão de queijo?

– Já estamos chegando e vc vai jantar, filha.

Silêncio. Dois minutos depois:

– Papai, estou com vontade de fazer xixi. Será que no caminho tem uma padaria com banheiro?

😒😒😒

——-

Titi: – Pituca, vc mora no meu coração!

Pi: – Eu não tô aí no seu coração, Titi! Tô aqui, pertinho de vc, ó!

😂😂😂

——-

– “Que que tem na sopa do neném? Será que tem minhoca…”

– Nãoooooooooooo! A gente é vegetaLiano! Esqueceu, mamãe?

#ativistamirim

——

– Mamãe, vc é bacana, mas um pouquinho maluca. Só um pouquinho. Não… pensando melhor, é bastante mesmo.

👍🏻

——-

– Pi, vamos tirar um cochilo?

– Não gosto de tirar cochilo. Só gosto de sonequinha

——-

– Pi, você é feliz?

– Sim!

– Você viu quantas pessoas gostam de você? A mamãe, o papai, o vovô, a vovó, a titi…..

– A mamãe e o papai não são pessoas.

– Não? O que eles são?

– Ela é a minha mamãe e ele é o meu papai, oué!

——-

– “ACHEI vendo em vc…”

– Mamãe!! Mamãe! Descobri a música da Shae!

——-

Maridón, fazendo crepioca:

– Vem, mamãe! O papai está fazendo pololoca para o jantar

——-

Na agenda da escola: Pilar acolhe todos os alunos novos, dá abraços, inclui nas brincadeiras.  Hoje deu metade da sua massinha para o fulano, porque “ele é pequenininho”.

#sementinha

#orgulho

——-

– Pode deixar, que eu já dei bronca nela, mamãe!

– Quem dá bronca aqui é a mamãe, filha. Vc só vai poder quando crescer e tiver o meu tamanho.

Pilar, fazendo força na cozinha:

– Mamãe, estou tentando, mas não estou conseguindo crescer! Vai demorar muito até eu poder dar bronca na Lily! E agoLa?

——-

– Mamãe, sabia que eu te amo vc? Fica comigo lá em casa, chega de “hopital”…

💔

——-

– Dolinha, sabe por que eu tenho dentes? Porque eu cresci!

 

# Lily:

Liló estava olhando a Dora pela babá eletrônica, quando alguém a tirou do berço. Ela arregalou os olhos e saiu correndo:

– Ela voou!!! Ela voou!!!!

——-

Lily correndo em círculos, apavorada, tentando FUGIR DA PRÓPRIA SOMBRA:

– Ela tá seguindo eu!!! Ela tá seguindo eu!!! Ela tá seguindo eeeeeeeeeeuuuuuuuuu!!!

#gênia

——-

– Sabia que eu não sou mais bebê, mamãe? Bebê é a Dolinha, eu sou mocinha já.  Eu nem mordei ninguém. HOJE.

——-

Conjugando verbos com a Liló: perdei (perdi), cubre (cobre), escolhei (escolhi), comei (comi), eu fez (fiz), cubrido (coberto), fazeu (fez), fazi (fiz), batei (bati), vinhô (veio), mordei (mordi), tomi (tomei), nascei (nasci), correi (corri), aprendei (aprendi), devolvei (devolvi).

#Pasqualeamarradão 👌🏻

——-

– Como é seu nome?

– Cecília-you’re-breaking-my-heart!

——-

– Oi, senhorita!

– Não sou senhorita! Sou eu, a Cecília, mamãe!

——-

– Canta a música da batata, mamãe?

– Batatinha quando nasce…

– Não! A outra! A BATATA diz que tem sete saias de filó…

——-

Panqueca roubou o biscoito do Benji e eu gritei:

– Ai que cuzão! (Shame on me. #menasmain, eu sei)

Liló:

– Nãooooooooo, mamãe! Ele não chama CUZAUM! Esse é o Pan-que-ca.

——-

Comendo um biscoito de polvilho murcho:

– Num quelu mais, mamãe. Esse tá verde ainda.

 

# Dorita:

Doínha agora pensa que é gente.

Senta sozinha, se arrasta, engatinha em marcha a ré, manda beijinhos e grita, grita, grita. Em diversas tonalidades e timbres diferentes, especialmente se é contrariada (não sei a quem puxou).

Está o-di-an-do as frutinhas com todas as forças, só gosta de pera.  Mas isso não impede que as bochechas continuem crescendo em PG, claro.

Mal pisquei e lá se foram sete meses.

Doínha está crescendo beeeeeem mais rápido do que eu gostaria ❤️

#trêsmarias

#cabemtrêsvidasinteiras

#ohana

#amormaiordomundo

img_0005

Vida, prazer!

Essa pizza de sexta-feira não tem borda de catupiry, não tem cobertura extra, nem é vegana.

Também não anda, não tem sensibilidade nos membros posteriores e, provavelmente, ficará paraplégica para sempre.  Sim, um BEBÊ nunca mais vai andar, nem correr, porque um abençoado quebrou seus ossos e arrebentou seus nervos A PAULADAS.  E eu colocando filhos nesse mundo.

A boa notícia é que, graças a todos vcs, ela agora tem cama quentinha, comida, tratamento certo e um irmão lindo como ela, que veio de bônus.

Infelizmente, o frajola atropelado não resistiu.

Ainda não aprendi a lidar com essas batalhas perdidas.  Ainda dói, ainda choro, ainda fico inconformada.

Mas, aprendi a focar no que pode dar certo.  E, para a Vidinha, a pizza de vcs fez toda a diferença.  Ela agora terá uma chance de ser feliz.

Obrigada, meus queridos.

Juntos somos mesmo muito fortes.

Beijos infinitos de nós três!

#correntedobem

#resgatedodia

#outrasninasvirão


Da arte de ser brasileira e não desistir nunca

Sou uma pessoa de sorte.

Tenho casa, família, comida e uma cama quentinha, me esperando todos os dias na hora de dormir (se eu consigo usá-la são outros quinhentos…).

Para compensar, sempre tento estender a mão ao próximo, seja ele de duas ou de quarto patas. É o mínimo que poderia fazer.

Acontece que, às vezes, minha ajuda não é suficiente. Muitas vezes o passo é largo demais para as minhas pernas.

Hoje foi assim.

Recebi dois pedidos de ajuda urgentes para dois gatinhos muito, muito, muito machucados.

Um deles é apenas um bebê e já conheceu o pior do ser humano. Teve seu quadril e seu dorso fraturados A PAULADAS.

Não sei se voltará a andar, se terá sequelas, se a ajuda chegará em tempo.

O outro foi atropelado e deixado ali, para morrer, como se nada fosse. Uma pessoa tentou ajudá-lo, porém a operação não foi bem sucedida. Ele está há dias sem comer, urinando sangue e miando de dor.

Eu adoraria poder resgatá-los e mostrar que nem todas as pessoas são cruéis nesse mundo. Gostaria que ficassem ótimos, lindos, gordinhos e mandassem uma banana para quem os maltratou.

Mas, infelizmente, não consigo pagar cirurgias, internações, UTI, remédios, exames, etc, sozinha.

A ONG também não pode assumir esses custos. Não tem patrocínio, verba, ajuda governamental, nada. Depende de doações aleatórias para se manter, o que é muito difícil, ainda mais em tempos de crise.

Dessa vez os números são altos demais para nós.

E eu não estou sabendo lidar com a frustração. Não paro de pensar nesses coitadinhos morrendo aos poucos, com tanta dor e sem o tratamento adequado, vítimas da maldade de quem deveria ser o evoluído da história.

Estou quebrando a cabeça, pensando em alternativas, fazendo mil contas.

E se quinze amigos doarem o dinheiro da pizza? Se outros dez comprarem um pacotinho de ração e esquecerem de levar? Se ao invés de gastar com a revista semanal escolherem a versão on line das notícias só dessa vez?

Será? Será? Será???

Será que tem alguém aí do outro lado com o coração tão apertado quanto o meu?

Qualquer (QUALQUER, Q-U-A-L-Q-U-E-R) quantia é bem-vinda.  O valor do cafezinho, da condução, do pão de queijo na padaria.

Alguém aí disposto a trocar o cineminha de amanhã por um final feliz?

#resgatesdodia

#correntedobem

#outrasninasvirão

img_2184

It`s a beautiful day to save lives”.  Shall we?

ET: As doações podem ser feitas diretamente nas contas da ONG e os comprovantes enviados por e-mail para mim (anapaula@adoteumgatinho.org.br ou paulamar3@gmail.com):

Razão Social: Adote um Gatinho
CNPJ: 08.858.329/0001-08

Itaú: 0341
Agência: 2970
C/C: 12869-6

Bradesco: 0237
Agência: 3334
C/C: 6253-7

Obrigada ❤

Notícias do mundo de cá – parte 21

Otite cedeu, reação alérgica controlada, função respiratória quase normal, três dias sem febre = ALTA!

Hip! Hip! Hurra!

Mi casa, su casa, nuestra casa, que saudade!

Tudo muito bom, tudo muito bem.

Eis que um TORNADO (sim, um t-o-r-n-a-d-o) atingiu o bairro, derrubou NOVENTA E OITO árvores, destruiu o que encontrou pela frente e ALAGOU A MINHA CASA.

Porque não basta chegar do hospital tarde da noite, com sua bebéia doente, depois de quase dez dias de internação.

A pessoa ainda precisa enfrentar um tornado, fazer um caminho de rato para escapar das árvores caídas nas ruas e encontrar tudo, tudo, tudo ensopado. No escuro. Sem previsão de retorno da luz. Com 6% de bateria no celular (aka sua lanterna).

E houve boatos de que eu estava na pior, hein?

Então vc, meu querido, que andou fazendo vudu (vodu?) com um boneco meu, saiba que foi ótimo, deu certo, um sucesso, vc é o supermago da galáxia. Agora chega, já pode parar, tá?

A palavra de ordem do dia é coraaaaaaageeeemmmm.

#chutaqueémacumba

#tavaruimtavabommasagoraparecequepiorou

#GOdoínha

#boletimdodia

Notícias do mundo de cá – parte 20

O que fazer quando a secreção não diminui, a otite não cede e a médica diz que continuaremos internados por todo o final de semana, pelo risco de PERFURAÇÃO DOS TÍMPANOS? 🙀

Rir para não chorar, que é o que temos para hoje, claro.

No caso, vc irá precisar de (i) uma toalha de banho; (ii) uma criança que ainda não sabe reclamar; e (iii) um pai sem noção criativo.

Misture tudo, adoce a gosto, salpique gritinhos em árabe inventados na hora e… Voilà!

Seu bullying está pronto!

Sim, eu sei. A palavra de ordem do dia é poupança-para-terapia (minha e dela), mas também poderia ser destituição-do-poder-familiar.

Alguém conhece um bom advogado para indicar?

Oremos.

#worstparentsever

#GOdoínha

#boletimdodia


Habib

Notícias do mundo de cá – parte 18

Chora. Arranca acesso. Remédio. Chora. Febre. Remédio. Chora. Vomita. Remédio. Chora. Chia. Remédio. Chora. Aspiração. Remédio. Chora, chora, chora. Não necessariamente nessa ordem. Várias vezes ao dia.

O exame de vírus sincicial deu positivo, Dorinha está com bronquiolite de novo.

O sorriso fácil da minha tartaruga deu lugar a lágrimas e olheiras. Ela está cansada. Eu estou cansada. Maridón está cansado.

Essas pausas na vida, no trabalho, na família não são fáceis, mas já estão virando rotina.

Então, que venha o pico amanhã, para ela poder se recuperar e voltar logo para casa.

A palavra de ordem do dia é conformismo.

#GOdoínha

#boletimdodia