Feliz aniversário, Dodoca! – parte 5

Ela acorda no meio da noite, se enrosca no meu cabelo, fala bem baixinho “cheirinho de mamãe” e volta a dormir suspirando.

Ela compõe músicas aleatórias, com letras peculiares de “eu amo a minha mamãe”, “a mamãe é a minha rainha e eu gosto muito delaaaaa”, “a mamãe é a pessoa mais, mais, mais favorita do mundo todoooo” e canta O DIA INTEIRO.

Ela se senta à mesa e vai arrastando o banco durante a refeição, até estar literalmente em cima de mim. “Pertinho da mamãe”. “Assim é beeeemmmm mais melhor”.

Ela DETESTA beijos, abraços, gente em cima, MAS me segue o tempo todo, em qualquer canto, qualquer horário, qualquer situação, puxando minhas roupas pela casa. Está sempre grudada, pendurada, agarrada ao meu pescoço, no colo, pedindo “mão, mão, me dá a mãoooo” e me enchendo de beijocas. “Vem do meu lado, mamãe??”

Ninguém acredita. É quase como se fossem duas pessoas totalmente diferentes em um único mini ser: a autoconfiante, independente, descolada, espontânea, com a personalidade tão forte que mostra para o mundo, sapateando na cara da sociedade Eeeeeee a minha, só minha, feita para mim, sob medida, meu dengo, meu mundinho, nossa simbiose.

Dora é um furacão. E a calmaria. Ela traz o caos e a paz, tudo ao mesmo tempo agora, não necessariamente nessa ordem. Dora é um presente, um privilégio, uma dádiva de verdade verdadeira, como o próprio nome diz. Impossível não se apaixonar por ela, acreditem.

Há cinco anos (uma mão cheia, filha!!) encantando Deus, o mundo e o parafuso, me enlouquecendo, me fazendo de gato e sapato e, claro, ESTUPIDAMENTE feliz.

Te amo tanto, minha coala tartaruga…. mas tanto…🐨🐢

To the moon and back. And back. And back ❤️

Que sorte e que privilegio ser a SUA pessoa.

Feliz dia, todos os dias!

#youwillNEVERwalkalone

#rainhadofrevoedomaracatu

#dodocavidaloka

#minime

#birthdaygirl

Dodoca sendo Dodoca 🤷🏻‍♀️😂

Feliz aniversário, Pilar! :) – parte 8

Você repete minhas frases. Imita meu jeito. Fala no mesmo tom. Acredita nas mesmas coisas, tem o mesmo vocabulário e os mesmos valores que eu.

É mandona, mas, ao mesmo tempo, ingênua, doce, de uma empatia sem fim. Cuidadosa, preocupada, simpática e faladeira. Minha vereadora em miniatura.

Nunca mente, se culpa por tudo, fica remoendo o remorso por horas a fio, é Rotary Girl e responsável ao extremo.

Até os seus defeitos são iguais aos meus (mas não vou elencá-los aqui, para nos poupar da vergonha. E também porque é seu aniversário 😬🤦🏻‍♀️🙄).

Lá se foram 8 anos (OITO ANOS, filha!) e eu ainda não decidi se fico orgulhosa ou angustiada ao te perceber meu espelho. É muita responsabilidade ser o modelo de alguém de forma tão universal e visceral, como sou para você. Tenho medo de quebrá-la. Ou de vê-la repetindo meus erros.

Mas você é você e tenho certeza de que saberá escolher seus próprios caminhos, com muito mais sabedoria e serenidade do que eu.

Na verdade, só espero que você continue sendo essa versão melhorada, respeitosa, evoluída e voe tão alto, que o mundo inteiro caiba embaixo das suas asinhas, insistentes em abraçá-lo.

Porém, acima de tudo, espero que você volte para as minhas sempre que precisar de colo, aconchego, amor e proteção. Estarei aqui, de braços, asas e coração abertos, esperando. “De dia, de noite ou meia noite”. No matter what. Come what may.

Feliz aniversário, Pirilampa!

Orgulho que não cabe no peito (e transborda) da pessoa que VOCÊ é.

Te amo infinito e além. To the moon and back. And back. And back ❤️

#youwillNEVERwalkalone

#gladyoucame

#pirilampa

#minime

#birthdaygirl

Feliz aniversário, Cecília! – parte 6

Ela é sensível e doce, de um jeito tão singular, que comove até quem não a conhece direito.

É engraçada, elétrica, está sempre fazendo graça, macaquices e dancinhas malucas. Assiste à TV de ponta cabeça ou dando cambalhotas e pulinhos, incapaz de ficar quieta.

Ao mesmo tempo, é insegura ao extremo, tem medo de ficar sozinha e busca a aprovação da Pi a cada passo, inclusive para pegar um mísero copo de água.

Quando é contrariada, explode, berra, chora. Em seguida esquece, como se nada tivesse acontecido. Em exatos dois segundos. Não sabe o que é guardar mágoas ou rancor.

Para ela não basta estar perto, precisa ser grudada, no colo, de mãos dadas e ainda dando beijos e abraços consecutivos, como se o mundo fosse acabar. Tudo que ela quer é um espacinho em meio ao caos diário de uma família com três.

Por isso, é a primeira a comer, escovar os dentes, tomar banho e dormir. Faz o que pode para ajudar, sempre sorrindo. E nunca, nunca, nunca dorme sem dizer que me ama mais que tuuuuudooooo no mundo.

É tão, mas tão carinhosa, que faz meu coração transbordar.

Ela é, de longe, a que demanda mais atenção. Fica me seguindo pela casa, espera na porta, chama o tempo todo. Se puder, deita na minha cabeça.

É de uma generosidade ímpar. Altruísta que só, divide tudo, o tempo todo, sem o menor ressentimento.

O pedido dela para o Papai Noel foi saúde, amor e que ninguém da família morra. Nenhum brinquedo, nenhuma roupa, nenhum mimo.

Aprendo todos os dias com ela a ser melhor, mais humana, menos egoísta. A realmente enxergar os outros, com os olhos e o coração.

Ela também me ensinou que o complexo de filhos do meio não é lenda. Infelizmente, eles são sim preteridos vez ou outra.

Hoje, por exemplo, é o seu aniversário e, em vez de um programa especial, estamos passando o dia no hospital com a irmã. Ela merecia mais, eu sei.

Talvez por esse motivo seja tão dedicada e se esforce TANTO para agradar (e também grite muito, na tentativa de ser ouvida 🙄). Mas, no final, ela sempre entende e cede.

Ela é uma moleca, quer ser aventureira quando crescer. Ama animais exóticos, história, geografia, curiosidades do mundo natural.

Não tem a menor paciência para roupas, esmaltes, maquiagem, pentear o cabelo (só perfume!). Fala que preferiria ser menino, porque é muito mais divertido.

E eu respondo que ela pode ser o que quiser, como quiser, quando quiser, pois eu SEMPRE vou estar aqui. Come what may, no matter what.

Feliz aniversário, Liló, minha pimentinha rosa.

Obrigada por ser meu presente e me ensinar que amor não se enquadra. Ele deve ser cultivado e demonstrado em todas as ocasiões, no cotidiano, nas mínimas coisas, com pequenos grandes gestos. E que aí transborda, inunda, preenche, alegra e engrandece. Assim como vc.

Te amo tanto, que nem cabe ❤️

Beijos

Mamãe

#ratonildabirobiro

#isin’tshelovely

#birthdaygirl

Feliz aniversário, Dodoca! – parte 4

Ela gosta de dormir mexendo no meu cabelo. Tomar café da manhã de mãos dadas.

Ver televisão no meu colo.

Começa todas as frases com “Mamãe? Sabe…”, naquela voz rouca de tenora.

E me leva no bico de um jeito que dá até vergonha.

Ela solta “te amos”, “vc é a mamãe ‘mais, mais, mais melhor’ do mundoooooooo!!”, “vc mora grandão no meu coração” aleatórios, ao longo do dia.

E me dá beijos estalados e abraços bem apertados. “De urso!”.

Nossa simbiose. Tão única. Tão nossa.

Mas também só faz o que quer.

Praticamente a criadora da expressão “cagando e andando”. Não tem tempo ruim, não tem essa de agradar ninguém. Se não quer, não tem quem desempaque.

Escolhe as próprias roupas com as combinações mais estapafúrdias, me olha e ainda pergunta: “não estou muito linda??” 🙄🤦🏻‍♀️😂👌🏻

Ela tem o sorriso fácil e sabe fazer muito bom uso dele. Charmosa que só.

Também tem as bochechas mais deliciosas desse Brasil varonil.

Uma injustiça comigo.

Tudo que consigo fazer é falar “vou te jogar no lixo!”, para, em seguida, esmagá-la e segurá-la tão apertado, na esperança de que caiba para sempre assim, no espaço do meu colo.

Hoje faz quatro anos que ela me faz de gato e sapato.

E eu ainda termino todos os dias agradecendo por isso.

Feliz aniversário, minha Dodoka vidaloka, meu grudinho, meu terceiro presente.

Obrigada por virar minha vida do avesso desde os tempos da barriga.

Eu SEMPRE, sempre, sempre vou estar aqui, quando seus sonhos forem ruins, esperando de braços abertos minha Menina tão Maluquinha.

Te amo infinito. E além. E além. E além… ❤️

#rainhadofrevoedomaracatu

#dodokavidaloka

#birthdaygirl

Feliz aniversário, Pilar! :) – parte 7

Ela me imita, meditando com o brinquedinho que enfeitava meu berço há tanto tempo e é o meu corpo que se enche de paz.

Ela se vê em mim e eu me vejo nela.

Os mesmos defeitos, as mesmas qualidades, as mesmas manias.

Ela transformou minha vida, virou tudo de pernas para o ar, tirou meu fôlego e meu chão.

Ela me ensinou a ser mãe e continuo aprendendo todos os dias.

Ela me ajuda em tudo, é tão companheira, de uma empatia ímpar, que comove quem vê.

Ela é incapaz de mentir.

Ela me tem como exemplo e eu tento acertar sempre, só para não decepcioná-la, com a esperança de que um dia, juntas, iremos deixar esse mundo melhor e mais bonito.

Há sete anos meu coração passou a bater fora do peito e da barriga.

Há sete anos eu tenho um orgulho imenso da sementinha que nasceu em mim.

Há sete anos eu agradeço pelo universo ter sido tão generoso comigo.

Feliz aniversário, minha Pirilampa linda.

Obrigada por ser meu primeiro presente.

Te amo to the moon and back. And back. And back…

I’m glad you came ❤️

#birthdaygirl

#pirilampa

#minime

#youwillNEVERwalkalone

#gladyoucame

Feliz aniversário, Dora! :)

Há um ano eu estava na maternidade, prestes a postar mais um ser humano no mundo, sem nem imaginar todas as reviravoltas que estavam por vir.

De lá para cá, foram vários mini infartes (V-Á-R-I-O-S), várias maratonas, vários Iron Mans. Envelheci duzentos anos, perdi o fôlego, fui ao inferno e voltei.

Mas, em compensação, sorri mais, amei mais, fui mais leve e feliz.

Vc só somou e multiplicou o amor, Doínha.

Uma criança linda, encantadora, com bochechas gordinhas e sorriso fácil.

Vc é pura luz.

Meu raio de sol com trovoadas pela tarde.

Maníaca por sapatos, por água e por ração.

Meu equilíbrio. E meu desequilíbrio também.

Feliz aniversário, Tartaruga.

Obrigada por ser minha ❤️

Te amo com todo o meu coração.

To the moon and back.

Beijos!

Mamãe

#umanodedoínha

#rainhadofrevoedomaracatu

#cabemtrêsvidasinteiras

#ohana

Feliz trinta meses, Cecília! :)

Ela é alegre, engraçada. Vive fazendo caras e bocas.

Ela canta o tempo todo (o tempo T-O-D-O). Fecha os olhinhos, abre os braços e solta a voz, como se estivesse sempre no chuveiro.

Ela é brava, geniosa. Quando cisma, ninguém a convence do contrário. Faz bico, fecha a cara, cruza os braços e empaca. Fim do jogo.

Ela é boa, generosa. Divide os brinquedos, empresta tudo para todos, aceita sem pestanejar as trocas ÓTEMAS (#sqn) que a irmã propõe, feliz da vida, como se tivesse feito um negócio da China.

Ela chora sentida, sempre que se vê sozinha. Tem medo de muitas coisas (e coragem para outras tantas também, apesar de tão pequena).

Ela experimenta tudo, não tem tempo ruim. Repete o almoço, janta três vezes, come o dia inteiro. Humor de Mônica, fome de Magali.

Ela é imprevisível. Consegue ser tímida e extrovertida ao mesmo tempo.

Meiga e ardida.

Insegura e decidida.

Vulnerável e independente.

Calma e agitada.

Ela é um paradoxo. Uma caixinha de surpresas.

Liló é uma pimentinha rosa. Doce, delicada, mas forte. Todo mundo a percebe ali, despretensiosa no meio do prato. E se encanta, se apaixona, vira fã.

Ela é o ingrediente perfeito, o tempero ideal para dar cor e graça a qualquer cardápio.

Liloca é meu presente.

(“Não! Presente do papai!”, eu sei.  Mas eu te amo mesmo assim).

Obrigada, meu amor, por ter me escolhido como sua.

Beijos de quem mais te ama no mundo.

Mamãe

#lilyfuracão

#trintamesesderatinha

#isntshelovely?

“Cecilia dice siempre lo que piensa
y casi nunca piensa como yo,
si tengo hambre busca en la despensa
y me guisa unos besos con arroz.
Cecilia duerme bien acompañada
porque a menudo la acompaño yo
(…)
Cecilia sabe tanto de mi vida
porque ha vivido tanto como yo,
cada sábado bronca y despedida,
cada domingo reconciliación.
Me gusta hablar con ella sin hablar…
(…)
Cecilia, tan altiva y tan sensible,
tan diva y tan de nadie como yo.
(…)
Pupele mía,
rayito de sombra,
gatito de alfombra,
Palermo y Gran Vía.
Mi sueño, mi vigilia,
mi adicción… Cecilia…”


Feliz quarto mês, Dora! :)

Elas acordam tarde.  Vc acorda cedo.

Elas usaram chupeta.  Vc não vai usar.

Elas eram ratinhas.  Vc cada vez maior.

Elas dormiam aqui. Vc dorme lá.

Elas eram quietinhas. Vc é conversadeira.

Elas mamavam concentradas. Vc para no meio e fica olhando para mim.

Elas ficavam no bouncer. Vc fica no sling.

Elas trouxeram bagunça. Vc trouxe equilíbrio.

Quem pensa que ser mãe de três é apenas reviver a experiência, não sabe a bobagem que está falando.

Eu achei que já sabia tudo, mas me pego aprendendo com vc todos os dias.

Cada filho é singular, diferente, incomparável.

Meu MBA agora é em Dorinha.  Estou estudando novos gostos, personalidade, temperamento e vontades.

A única coisa que sempre se repete é o amor que não cabe no peito, que rasga a alma e que às vezes até dói.

Além da capacidade de me apaixonar de novo, de novo e de novo. Até o infinito.

Amo vc, tartaruga.

Beijos.

Mamãe

#quatromesesdedoínha

#rainhadofrevoedomaracatu

#cabemtrêsvidasinteiras

#tardomasnãofalho

#odedoisanosdaLilóaindavem

Dora 4 meses

Feliz terceiro mês, Dora! :)

Só eu olho para essas bochechas, me apaixono todos os dias e esqueço as noites mal dormidas?

Sim, só eu.

A Darwin da genética.

Coruja do Reino da Selva.

Mãe perfeita do facebook.

Viciada em ocitocina.

Mãe Lucinda da galáxia.

Diferentona.

MAS, sim, também é verdade.

Nada nesse mundo vale mais do que o sorriso das minhas três marias. E cafeína está aí para isso mesmo, não é, minha gente?

“Por mais uns anos

Você vai fazer planos

Pensando se eles servem pra mim

E eu vou te acordar

Bem de madrugada

Você vai me amar mesmo assim

O meu primeiro passo

Vai ser no seu abraço

Me segura quando eu cair

E no final do dia só a tua voz

Que vai me poder fazer dormir…

#trêsmesesdedoínha

#rainhadofrevoedomaracatu

#cabemtrêsvidasinteiras

#ohana

ET: Não entendeu? Clique aqui.

Dorinha 3 meses

Feliz segundo mês, Dora! :)

Quem acha que três filhos é demais certamente não conheceu você, filha.

É bem verdade que as despesas aumentam (muito). O espaço diminui. E às vezes falta um colo livre.

Por outro lado sobra amor. Os sorrisos, abraços e alegrias se multiplicam.

A felicidade é infinita (e o cansaço também).

Três filhos não é para qualquer um, eu sei. Mas ainda bem que foi para mim.

Obrigada por ser meu presente, Dorita.

Te amo.

Mamãe

“Por você conseguiria até ficar alegre

Pintaria todo o céu de vermelho

Eu teria mais herdeiros que um coelho…”

#doismesesdedoínha

#rainhadofrevoedomaracatu

#cabemtrêsvidasinteiras

#ohana

Dora 2 meses