Feliz aniversário, Cecília! – parte 7

“Sabe, Paula, a Pilar quer SER vc, a Dora quer TER vc . Mas a Cecília não se identifica com vc. Ela apenas te ama loucamente, CADA UMA NO SEU PAPEL. Simples assim”.

Passei dias remoendo essa frase, tão, tão, tãoooooo dolorida, filha. Fiquei me perguntando por horas a fio por que justo você, a mais doce e amorosa, não se identificaria comigo? O que fiz de errado? Por que vc iria querer ser diferente de mim? Meu modelo não é bom? No que devo melhorar?

Demorei muito tempo até entender que nada disso era ou deveria ser sobre mim, sobre projeções egóicas, egoístas ou narcísicas.

É sobre você. Sempre foi.

Sobre a sua autenticidade. Sobre a sua coragem. Sobre sua vontade de ser quem é, sem rótulos ou caixinhas pré estipuladas. Sobre liberdade e respeito.

É sobre uma criança especial, que transborda amor, carinho, doçura, altruísmo, bom humor e gentileza. Que faz da alegria sua missão TODOS OS DIAS.

É sobre o ORGULHO infinito que sinto ao te perceber escolhendo os próprios caminhos, melhores e mais bonitos do que os meus. E sobre a confiança em deixá-la dar esses passos, porque sei que vai saber escrever cada linha da sua história com capricho, do seu jeitinho (e, provavelmente, em CAPS LOCK! 🙄🤷🏻‍♀️😂).

É sobre olhar para frente, para os lados, para as esquinas, ver TANTAS Paulas espalhadas por aí e perceber que precisamos de mais Cecílias no mundo. Muitas. Várias. Quanto mais, melhor.

Não sei se as pessoas imaginam, filha, mas o mundo acorda tão mais bonito e feliz desde que você chegou… Um furacão cheio de delicadezas. Uma força da natureza, com energia sem fim e necessidade de abraços apertados. “Na sua presença, palavras são brutas….”

Nesse seu sétimo aniversário, desejo que você seja sempre mais e cresça da forma que QUISER. Obrigada por ser tão única, mágica, singular, admirável e me ensinar todos os dias como ser um tiquinho mais evoluída.

Prometo seguir oferecendo asas, nunca âncoras. Aplaudir todas as suas vitórias e recolher os caquinhos com amor e sorvete de menta nas derrotas.

Vou estar SEMPRE aqui, torcendo para que meu colo continue sendo seu lugar preferido no universo.

Saúde, saúde, saúde, Ratonilda Biro-Biro!

Te amo to the moon and back. And back. And back.

Tanto que nem cabe!

“Eu que te vejo

E nem quase respiro

Te olho

Te guardo

Te sigo

Te vejo dormir”

#birthdaygirl

Um pensamento sobre “Feliz aniversário, Cecília! – parte 7

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s