Vegetariana mirim :) – parte 2

Chorei pelos porquinhos do Rodoanel.

Pela crueldade que temos que acompanhar calados todos os dias.

Por um porquinho em especial, que já não está mais entre nós.

Pela minha impotência.

E escutei a Liló repetir baixinho na sala: “bichinho não!”.

Fiquei alguns minutos em dúvida se ela sabia mesmo o que estava falando. Fiz perguntas aleatórias, mas ela foi firme “BICHINHOS NÃO!”.

E aí meu coração cinza se iluminou com todas as cores do arco-íris.

Assim como a irmã, Liloca – com apenas 1 ano e 8 meses – já entendeu que animais são amigos, não comida.

Posso não conseguir salvar todos, mas minha parte estou fazendo.

Sementinhas plantadas, missões quase cumpridas.

Falta só uma de três. 😉

Go, veggie!

❤ ❤ ❤

#sementinha

#correntedobem

#orgulhoinfinito

Feliz aniversário, Pilar! :) – parte 3

E lá se foram três anos.

Três anos tão mágicos, lindos e especiais, que a maior presenteada, sem sombra de dúvidas, fui eu.

Três anos em que aprendi – e ainda aprendo – a ser mãe.

Três anos em que vi meu coração sair do peito, criar braços, perninhas, bochechas e vida própria.

Queria poder agradecer, lhe dando de presente uma música do meu cantor preferido, embrulhada com papel brilhante e laço de fita (a Cecília e a Dora já têm. Chico, #ficaadica ❤ ).

Queria poder lhe dar um mundo mais justo, sem violência, onde TODOS – independente de raça, cor, credo, sexo, classe social ou espécie – fossem respeitados.

Queria poder garantir que sua vida seja plena, repleta de saúde e coisas boas.

Queria poder tirar todas as tristezas, decepções, frustrações e problemas do seu caminho.

Queria que vc fosse feliz a cada segundo. Mas feliz de verdade, do tipo que dá até raiva e inveja nos outros.

Tenho tantos planos para vc, filha. O universo é pequeno para tudo que vc merece.

Espero que vc seja estupidamente realizada e que o céu seja o limite para os seus sonhos.

Feliz aniversário, pirilampa.

Beijos de quem te ama hoje, sempre e a cada dia mais.
Mamãe

#gladyoucame
#trintaeseismeses

Montagem Pi 3 anos

I´ve got you under my skin….

Procurando fotos antigas, achei uma mensagem que mandei para o maridón no começo do ano, logo que descobrimos que eu estava grávida de novo.

Eu mal tinha lidado com a notícia, não tínhamos feito testes, nem exames, era tudo muito novo e delicado.  Porém, desde o primeiro dia, já tinha três certezas: seria outra menina, se chamaria Dora e meu coração já estava completamente inundado por um amor que nem sei explicar de onde veio.

De lá para cá pouca coisa mudou.  A barriga cresceu, Dora ultrapassou a marca dos dois quilos (ufa!), eu ganhei seis de presente (além dos três que já estavam apegados há um tempo comigo) e comecei a sofrer por antecipação, com a contagem regressiva.

Todos perguntam se estou ansiosa para o nascimento, mas a verdade é que gostaria de mantê-la por mais muitas semanas aqui dentro, tão minha.

Ter dois corações batendo lado a lado, juntos no mesmo espaço, é daqueles privilégios que jamais poderei mensurar.

Viver essa experiência por três vezes consecutivas é um presente do universo.

E eu nunca vou parar de agradecer.

34 semanas, 44 centímetros, 2.043 kg.

Obrigada, obrigada, obrigada.

#vemdoravem

#trêsmarias

#ohana

I’ve got you under my skin

I’ve got you deep in the heart of me

So deep in my heart, that you’re really a part of me

I’ve got you under my skin...”

Montagem Dora 34 semanas

#alienfeelings – parte 2

Já contei aqui, para choque geral da nação, que conseguimos perceber os movimentos do bebê pelo lado de fora da barriga.

Só que, pelo visto, a Salomé não acompanha o blog ou perdeu esse capítulo.

Paulatinamente.com orgulhosamente apresenta: “When cat meets alien” ou, na versão brazuca, “Dora, rainha do frevo e do maracatu”.

Porque crescer junto é mesmo tudo de bom ❤

#doravidaloka

#iliketomoveitmoveit

#toxoplasmoseaculpanãoédogato

#arewehumanorarewedancer?

Baseado em fatos reais

Essa é a história de uma pessoa xis, aleatória, escolhida na multidão.  Vamos chamá-la de Paola.

Paola está grávida de oito meses, tem duas bebês, 12 gatos, 4 cachorros e uma hóspede doente em casa.

Paola começou a ter contrações indesejadas antes da hora, seu médico receitou um remedinho bacana, que quase não a deixa virada no Jiraya e recomendou “maneira aí, meu bem”.

Acontece que a filha mais nova da Paola está com pneumonia e teve que ficar uns dias sem ir para a escola.  Não contente, o manobrista do estacionamento bateu o carro dela na saída do hospital.

Aí a hóspede doentinha da Paola precisou tomar remédios e fazer soro subcutâneo diário, mas ela é bem brava e não concordou com o tratamento ainda, obrigando Paola a passar vinte minutos deitada embaixo da pia hoje de manhã (barrigón de oito meses, lembram?) para conseguir pegá-la em meio aos botes e patadas.

Aí um dos cachorros da Paola precisou fazer uma cirurgia de emergência, já que todos os veterinários que cuidaram dele nos últimos tempos – cobrando verdadeiras fortunas, claro – comeram bola, de modo que agora a situação ficou bem grave e complicada (como não amar? ♥).

Aí o chuveiro da Paola começou a pingar do nada, às cinco horas da matina, e ela pediu para o maridón ursulón gastar todos os seus dotes de eletricista para salvar a Cantareira.

Aí Paola acordou cansada, triste, preocupada, contraindo o útero como se não houvesse amanhã e pensou: “vou tomar um banhinho delícia para começar bem o dia”.

Aí o chuveiro da Paola – devidamente desmontado e montado pelo maridón em plena madrugada – começou a soltar faíscas por todos os lados, pegou fogo e queimou, forçando Paola a correr molhada, pelada e gritando pela casa, dando adeus ao seu último fio de dignidade.

FIM.

#forçapaola

#socorro

#gravidezcomserenidadesqn

#infernoastralseulindo

Paula e Haagen - visita pré-cirurgia

Visita de hoje ❤ #forçagordo

Nova hóspede

Sexta-feira à noite ligaram do abrigo dizendo que a Cidreira não estava passando bem.

Eu adoraria ter coragem de dizer “mal aê, estou muito grávida, fica para a próxima”, só que esse tipo de desculpa não cabe quando se trata de uma gata de quinze anos, com FIV+.

Qualquer dia pode ser o último.

Corremos para o hospital e os resultados dos exames não foram animadores. Cidreira está desidratada, com as funções renais comprometidas, deficiência de potássio e, a cereja do bolo, sangue nas fezes, ou seja, sem a menor condição de voltar para o abrigo.

O problema é que a Cidreira não colabora e eu não consigo fazer a fluidoterapia sozinha, com esse barrigón no caminho.

Ela é brava, bate sem dó. Com isso, somos obrigados a fazer todo o tratamento no hospital – e vender nossos rins para salvar os dela, claro.

Ração, remédios, areia, um cantinho gostoso, cuidados e amor eu garanto por aqui. Mas precisamos de ajuda com a conta hospitalar, que já ultrapassou a casa dos mil reais só no primeiro final de semana.

Alguém aí disposto a trocar a pizza do domingão por uma vidinha salva?

Qualquer valor ajuda, podem acreditar.

Afinal, gatinhas brutas e rabugentas também merecem uma chance, né?

Juntos somos fortes ❤

#correntedobem

#paixãoantiga

#velharabugenta

E.T: Os depósitos podem ser feitos direto na conta da tia Carol, usada apenas para manter nosso trio calafrio. Obrigada 🙂 :

Banco Itaú S.A.

Agência: 6369

Conta poupança: 32524-3/500

Andrea Carolina Benitez Santos

CPF: 295.730.118-08

Cidreira renal