Porque eu sou brasileira e não desisto nunca

Cidreira demorou QUINZE ANOS para ter uma casa.

Quinze anos entocada em abrigos, escondida pelos cantos, brava, mal humorada e doente.

Quinze anos esperando uma chance, que não chegava nunca.

Até que hoje tudo mudou.

Hoje ela decidiu confiar, escolheu ser feliz e me pediu carinho pela primeira vez.

Só quem acolheu um velhinho sofrido e especial entende o que estou sentindo agora.

Sensação de vitória, de sucesso, de missão cumprida.

Para ela eu fiz a diferença.

Demorou, filhota, eu sei. Mas seu final feliz finalmente chegou.

Obrigada por acreditar em mim.

#adoteumvelhinho

#paixãoantiga

#velharabugenta

#correntedobem

5 pensamentos sobre “Porque eu sou brasileira e não desisto nunca

  1. Que lindo! E, é claro, pensei naquele velhote rebelde, imaginei ele gritando “viva Antônio Conselheiro!” até o último suspiro 🙂 Parabéns para você e para a Cidreira, a cada amizade que nasce, o mundo sorri.

  2. Pingback: Primeiro ciclo | PAULAtinamente

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s