Anúncio de classificados: grávida engajada pede ajuda – parte 3

Já contei aqui e aqui sobre a protetora que faleceu, deixando centenas de animais abandonados em uma situação calamitosa.

Dois anos se passaram e, nesse meio tempo, já pedi ajuda, já troquei os presentes das minhas filhas por doações, já chorei pelos que morreram, já fiquei grávida de novo.

Alguns dos quinze bichanos que acolhemos tiveram muita sorte e foram adotados por pessoas que os enxergaram além da pelagem e do preconceito.  Outros viraram estrelinhas sem nunca saber o que é ter casa e família.

Sobraram os últimos três esquecidos no abrigo e estou em pânico por vê-los envelhecer sem ter uma chance.

Por isso, resolvi abusar do meu zap-de-grávida-que-foi-agredida-por-uma-PESSOA-VESTIDA-DE-MINION-no-shopping essa semana e pedir ajuda de novo.

Petúnia é uma pretolina básica, de três anos, linda, delicada e muito doce.  Recebe as pessoas na porta, conversando e pedindo carinho.  Ela é uma gata de colo sem colo.  Viveu a vida toda sendo jogada de um abrigo para outro, sem saber o que é ter um sofá quentinho e um cafuné antes de dormir.  Mas nada disso impede que ela continue tentando todos os dias conquistar um humano para chamar de seu.

Cravo, assim como a irmã, também é preto e tem três anos.  Contudo, essa vida de abandono entristeceu seu coração.  Ele é desconfiado e tem medo das pessoas.  Fica observando tudo de longe, com receio de se aproximar.  Muito raramente pede um carinho e se esconde logo em seguida, sempre esperando o pior de nós.  Cravo é um gatinho que precisa ser conquistado por alguém com paciência, disposto a ensiná-lo a confiar mais uma vez.

Por último, temos a Cidreira, que é uma velhinha de uns quinze anos, tão, tão, tão assustada, que vive escondida.  Não circula entre os demais, não interage, não brinca, nem sai da toca.  Ela provavelmente nunca será uma gatinha companheira, nem pedirá carinho.  É aquele tipo de adoção especial, na qual se escolhe o gato pelo gato, não por nós.  Tudo que ela precisa é de um lugar para passar sua aposentadoria tranquila, com água fresca e comidinha boa.  Acho que não preciso dizer que a Cidreira é minha preferida, meu número em negrito e neon, né?

Todos eles estão disponíveis para adoção juntos ou separados.  São portadores do vírus da FIV, porém não desenvolveram a doença e isso não impede que convivam com outros bichanos “saudáveis”, assim como acontece na minha casa.

Será que entre tantos leitores queridos que passam por aqui, não existe um – ou dois, ou três – com um cantinho para receber um dos nossos filhos postiços e fazer uma grávida muito, muito, muito feliz?

Que tal abrir sua casa – e seu coração – para um gatinho especial e deixar o mundo um pouquinho mais bonito?

Nosso trio calafrio será eternamente grato.  E nós também.

#correntedobem

Petúnia

Petúnia 2

Cravo

Cidreira

10 pensamentos sobre “Anúncio de classificados: grávida engajada pede ajuda – parte 3

  1. Que gatinhos maravilhosos! Triste que ninguém deixou um comentário aqui 😦 Eu sou louca por bichanos, mas nem moro no Brasil, infelizmente não posso ajudar. Espero que eles encontrem lares amorosos logo logo. Boa sorte! Ficarei na torcida 🙂

  2. Pingback: Cidreira | PAULAtinamente

  3. Adorei o texto explica com muito carinho a personalidade de cada um … muito amor por gatinhos tenho 3 em casa vou ajudar compartilhando e tentando encontrar uma família com muito amor pra doar….

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s