A luta continua

Catarina continua internada, sem previsão de alta.

E, pela primeira vez, nesses mais de dois meses, eu desanimei.

Foram muitos exames, muitas consultas, muitas tentativas, erros e acertos até agora.  Contudo, ninguém conseguiu descobrir o que a Cata tem – além da idade, cegueira, banguelice, problemas renais, FIV e pancreatite – nem o que está causando esse emagrecimento severo e instabilidade hormonal.

Estou com medo de sair em férias essa semana e ela não resistir (não pela minha ausência, claro. Pelo quadro geral, que continua grave). Estou com medo de não conseguir salvá-la, apesar de todo o esforço da equipe do AUG.  Estou com medo dela morrer sozinha em uma gaiola, sem nunca saber o que é ter casa e família.

Por favor, torçam por nós.

Um milagre cairia bem.

“Se eu tivesse mais alma para dar, eu daria. Isso para mim é viver…”

#forçafiapinho

#correntedobem

2 pensamentos sobre “A luta continua

  1. Paula, eu creio que isso é depressão. Ela já sofreu muito, está sendo picada, manipulada… e dentro da gaiola. Já vi muitos assim. O ideal seria não ter gaiola e ter muito carinho, mas sei o quanto é complicado passarem o dia todo com dedicação exclusiva.

    • Concordo com vc. No caso dela não é só depressão, porque o quadro geral é bem grave, ela já chegou bastante debilitada. Contudo, se ela tivesse uma casa, espaço, carinho, tenho certeza que reagiria melhor. Duro é ter coragem de assumir essa responsabilidade e tirá-la sem alta da internação. E se ela virar estrelinha na minha mão? Difícil… :/

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s