TGIF #sqn

Aí vc está atolada até a tampa de coisas para fazer, com uma gata doente, filha com febre, marido moribundo e uma cachorra operada para cuidar, além da rotina normal.

Aí sua casa é dedetizada e vc precisa realocar 12 gatos, 5 cachorros e 4 humanos por alguns dias.

Aí vc está no trabalho em meio a toda essa confusão e recebe um pedido de ajuda para duas gatas pretas, ultra grávidas, sendo judiadas a três quadras do seu escritório.

Aí vc sai correndo sem almoço, sem tirar leite (dói, acreditem), sem gasolina, nem caixa de transporte para resgatá-las, antes que uma tragédia ainda maior aconteça.

Aí vc chega ao local e as gatas estão tão apavoradas, que não se deixam pegar.

Aí, após quarenta minutos tentando, vc consegue agarrar uma delas e jogar no carro, solta mesmo, não sem antes ser arranhada e prender os próprios dedos na porta.

Aí começa a cair um temporal nunca dantes visto na história da Cantareira e vc fica ensopada, descalça, agachada entre os carros, tentando pegar a segunda gata, que parece estar com as tetinhas cheias de leite, mas sem nenhum filhote por perto.

Aí vc é vencida pelo horário, precisa voltar correndo para o escritório, MAS continua em jejum, empedrada, arranhada, molhada, suja, com os dedos doendo, uma gata prenha e judiada no porta-malas, sem nenhum cantinho para abrigá-la, muito menos os bebês que estão por vir.

Aí as lágrimas começam a escorrer e logo viram soluços.  Não porque sua chefe vai matar vc.  Não porque seu marido vai afogar vc.  Não porque uma senhora louca gritou com vc na rua.  Não porque seu sapato feito a mão está arruinado para todo o sempre.

Vc chora mesmo, de verdade, doído e largado, pensando na coitadinha que ficou para trás.

FIM

#resgatedodia

#correntedobem

#pedeparasair02

Pretinha - resgate do dia

8 pensamentos sobre “TGIF #sqn

  1. ah, nem precisa te consolar dizendo que pelo menos uma vai parir no quentinho e amparada, pq eu sei que não adianta… Mas posso falar mesmo assim?! Força!

  2. Estou impressionada. Nunca tive contato com ninguém que fosse como eu. Sei que existem vários protetores no mundo, mas que passam pelas mesmas dificuldades que eu, como você detalha, nunca tive contato.

    Em casa, atualmente (sem contar meus filhos felinos que já faleceram, e sem contar os que viveram meses comigo até serem adotados) somos eu, Santo Marido, 11 gatos e 2 cadelas.

    A diferença básica é que meu marido é militar, e a cada mudança levamos conosco os filhos bichitous (e em cada lugar adotamos mais um). A última viagem foi de carro, do MS para AL (chegamos há 2 semanas em Maceió) na nossa Arca (uma spin).

    • Que bacana!! É muito bom saber que não estamos sozinhas, nas nossas maluquices, por aí, né?
      Choramos, rimos, sofremos, nos estrepamos, mas cada vidinha salva faz tudo valer a pena.
      Parabéns pela família itinerante e seja bem-vinda por aqui! 🙂

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s