Sagui Armstrong

Sagui quase foi e voltou algumas vezes ao longo dos seus vinte e poucos dias de vida.

Uma verdadeira guerreirinha.

Foram muitos sustos, progressos, retrocessos, instabilidade, tremeliques e atrasos no desenvolvimento.

Duas semanas de luta diária, que me esgotaram como se fossem meses.

Mal conseguia dormir, sem saber o que encontraria na mamada seguinte.

Como descansar deixando de lado um mini ser molinho, largado, tremendo em suas mãos?

Ninguém acreditou. Ninguém pensou que pudesse dar certo. A veterinária contou que reverteu um único caso como o dela, em toda a sua carreira.

Mas milagrinhos acontecem todos os dias.  E é lindo de se ver quando um deles aparece.

É um privilégio poder acompanhar de perto cada conquista, cada evolução, cada pequena vitória.

Hoje eu ganhei. Na mega sena acumulada, dupla twist carpada: Saguizinha deu seus primeiros passos. Sem tremer, sem tombar para os lados, sem perder a força, nem se arrastar.

Foram quatro passos inteiros, do fundo da caixa até a porta, onde eu estava.

Quatro passos até mim, seguindo minha voz, já que ela ainda não enxerga.

Quatro passos firmes e decididos, de quem escolheu viver.

Quatro passos, que fizeram tudo valer a pena.

Obrigada, macaquinha. O céu é o limite para nós. ♥

#nãotempreço

#milagrinha

#correntedobem

Sagui crescendo

8 pensamentos sobre “Sagui Armstrong

  1. Que coisa linda… passei por algo parecido com minha gatinha Flora, que alem de abandonada ainda nasceu sem uma das patas (e hoje ja tem 1 ano, gorda, linda, e faz tudo que qq outro gatinho faz!). Mas qdo eu encontrei a Flora ela ja tinha quase 30 dias, e ja foi um trabalhao, nao posso imaginar o que voce passou… Mas pode ter certeza que tem um lugarzinho pra voce no ceu! Deus te abencoe muito por tanto amor e dedicacao!!

  2. A anos atrás mais precisamente a 11 anos aconteceu comigo, uma cachorrinha de rua pariu e dos seus 4
    ou 5 filhotes não me lembro mais, o último a nascer, nasceu mirradinho e nem conseguia mamar, tirei ele da mãe e comecei a dar água de arroz com um pouco de leite e o vet disse que ele não aguentaria. E acontecia a mesma coisa ele ouvia minha voz e vinha, pois sabia que iria ganhar comidinha e graças a Deus está vivo até hoje é claro que ele não enxerga bem talvez tenha ficado com esta sequela, mas tudo bem amo ele assim.

  3. Paula vc sem dúvida é um ser iluminado e exemplo a ser seguido! Eu tenho uma gatinha e a encontrei quando ela tinha pouco mais de 20 dias estava tão desnutrida que mal conseguia andar ou deitar, seus olhos estavam pura infecção, os que estavam comigo disseram para que eu não me apegasse pois ela não passaria daquela noite, mas minha determinação, amor e cuidados fizeram com que ela passasse aquele e muitas outras noites comigo, e graças a um oftalmologista consegui uma pomada e ela não perdeu a visão, e no próximo dia 22 de dezembro ela completará 18 anos ao meu lado, 18 anos de carinho companheirismo e muito amor é o que tenho recebido em troca. Bjos querida e que Deus retribua em triplo td o que vc tem feito

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s