Enquanto houver amor…

Cinco anos.

Um lustro.

Um quinquênio.

A metade de uma década.

A duração da minha faculdade.

O tempo da prescrição de impostos e cobranças.

Exatos 1.873 dias.

CINCO ANOS amando o Gregory House a distância, sem progressos, sem perspectiva de mudança, sem esperança de fazer um carinho.

CINCO ANOS rezando todos os dias para ele não ficar doente, já que seria impossível medicá-lo.

CINCO ANOS de amor incondicional, torcendo para que ele esteja feliz, a sua maneira.

CINCO ANOS, três devoluções e uma vida inteira escondido pelos cantos depois, Greg decidiu confiar em mim, deitou-se no meu colo e ali ficou até se lembrar de que tem medo, pular desesperado e pisotear tudo pelo caminho.

Foram poucos minutos, porém suficientes para eu realizar um capricho antigo, já esquecido e sufocado no meu peito.

Sei que perseverança não é igual a merecimento, mas hoje eu mereci.  Por isso, vim aqui agradecer com essa foto tosca, que encheu meu coração de alegria e meus olhos de lágrimas.

CINCO longos ANOS, que acabaram de valer a pena.

Obrigada, obrigada, obrigada ♥

#nãotempreço

#gregório

Greg no colo

2 pensamentos sobre “Enquanto houver amor…

  1. Pingback: Quando um exemplo vale mais do que mil palavras – parte 3 | PAULAtinamente

  2. Pingback: Full House X Modern Family | PAULAtinamente

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s