Diálogos com o maridón – parte 7

Estava feliz e contente em uma festa, quando uma pessoa xis me abordou e disse que eu morreria em 2017. Assim, do nada, sem introdução, nem preparação psicológica (certeza que esse tipo de coisa só acontece comigo. CER-TE-ZA).

Daí que hoje cedo eu e o maridón estávamos combinando nossos roteiros de viagem para os próximos anos, já que sonhar não paga imposto, e lembramos da nossa promessa de repetir a lua de mel, quando fizéssemos dez anos de casados:

Maridón: – Que tal o calendário: 2015 Itália, 2016 Holanda, 2017 França?

Eu: – 2017 França? Será que eu vou morrer em Paris? Imagina que luxo??

Maridón: Hahaha! Não sendo no avião, ESTÁ ÓTIMO!

ESTÁ ÓTIMO, minha gente, ESTÁ ÓTIMO.

Ou seja, não morrendo COM ELE no avião, está bonito, está beleza, ES-TÁ Ó-TI-MO.

Ficar viúvo, tranquilo, só não vale cair o avião e morrer junto também.

Acho que, só de raiva, vou morrer mesmo e deixar dezessete filhos para ele criar sozinho. Oh, wait…

#fuénfuénfuén

#putafaltadesacanagemfeelings

#lógicamasculina

#donjuanfail

Update: Para ninguém dizer que estou mentindo ou exagerando, está aqui a prova do crime:

Bo está ótimo

3 pensamentos sobre “Diálogos com o maridón – parte 7

  1. AhahahahahahahahahahahahahaahahahahahahahahahahahahaAhahahahahahahahahahahahahaahahahahahahahahahahahahahaAhahahahahahahahahahahahahaahahahahahahahahahahahaha

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s