Para o meu amor – parte 2

Trinta e três anos, lindão…. trinta e três!

33 anos bem vividos, bem aproveitados, felizes. 33 anos de experiências boas e ruins, tristezas, alegrias, surpresas e decepções. Sucesso, realizações, amadurecimento, mudanças, desafios e oportunidades.

Tantos planos, tantos sonhos, tantos projetos….. uma vida inteira juntos!

O que posso dizer é que os últimos doze anos foram os melhores da minha vida. Sou mesmo muito privilegiada, por ter tido a oportunidade de construir minha família ao lado de uma pessoa tão especial, no sentido mais profundo e amplo que a palavra pode ter.

Espero que os percalços do mundo não endureçam, nem modifiquem seu coração. E que continue sempre existindo um espacinho para mim dentro dele.

Obrigada por me fazer tão feliz todos os dias.

Parabéns, com todo o amor do mundo.

“Amo-te sem saber como, nem quando, nem onde,

amo-te diretamente sem problemas nem orgulho:

amo-te assim porque não sei amar de outra maneira,

a não ser deste modo em que nem eu sou nem tu és,

tão perto que a tua mão no meu peito é minha,

tão perto que os teus olhos se fecham com meu sono”.

Família

2 pensamentos sobre “Para o meu amor – parte 2

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s