Prazer, Salomé.

Aí a pessoa recebe outro pedido de ajuda para um filhotinho preto e paraplégico, sai correndo para resgatá-lo no CCZ e descobre que foi eutanaziado, por falta de aparelho de raio-x….

Já estava indo embora com o coração partido, aos prantos, quando um miado tímido chamou minha atenção.  Era uma senhorinha linda e doce, chamada Salomé, que estava ali há anos esperando uma oportunidade, mas nunca foi escolhida por ser caolha e ter o vírus da FIV.

Abaixei, fiz carinho, chorei mais um pouco, inconformada por vê-la há tanto tempo em uma gaiola, sem a menor perspectiva de ser adotada.

E, então, a escolhi.

Salomé agora tem nome, sobrenome, casa e família. Já circulou pela sala, comeu, usou a caixinha de areia, pediu carinho, brincou com a Pi e, no momento, dorme tranquila, esparramada no sofá, como sempre deveria ter sido.

Parece que viveu a vida toda aqui.  Ou entendeu que seu final feliz finalmente chegou.

A vaga Jojo da Fundação Martinez-Ramos foi preenchida de uma forma diferente dessa vez.  Ela não cruzou meu caminho, não foi salva da rua, não estava morrendo.  Porém, precisava de mim.  E eu dela, para ocupar o vazio que a Farofa-fa deixou.

Dizem que nada acontece por acaso.  Acho mesmo que é verdade.

Seja bem-vinda, filha.

Imagem

18 pensamentos sobre “Prazer, Salomé.

  1. Acho que certos encontros estao destinados a acontecer. Linda sua nova filhota, e que bom que ela vai poder enfim ter um lar feliz.
    Ontem lembrei de vc e de tantas protetoras. Trabalho no Tatuapé e em uma rua que vai dar no metro Carráo, tem uma casa abandonada cheia de gatinhos, meu coraçáo aperta no peito quando os vejo, sempre paro e falo oi, algumas vezes os mais doceis me respondem e faço um cafuné. Vejo comida e água no local. Ontem tres senhoras estavam lá colocando comida e infelizmente tinha um rapaz brigando com elas ( provável vizinho da casa?) que nao deveria colocar comida para os gatos pois isso atraia ratos, e que na verdade elas alimentavam os ratos. Alias ratos bem corajosos que enfretam mais de 20 gatos para comer suas comidas. Sempre tem quem quer reclamar, mas que nao pensa entáo em uma melhor soluçao para esses gatinhos, rapaz bem vestido e cheio de atitude e criticas, mas que pelo visto nao quer pensar em algo para melhorar a vida dos gatinhos, quem sabe arrumar novos lares, tentar castrar para diminuir a populaçao, conversar com protetores experientes. Queria poder ajudar aquela turminha, pena que no dia estava indo atrasada para o serviço, ainda falando ao telefone e nem pude conversar com ninguem apenas ouvi por alto as reclamaçoes do rapaz. Espero ter no futuro a aportunidade de saber um pouco mais sobre eles. Vou ficar de olho para ver se vejo mais alguem por lá. Admiro muiito tudo que vcs fazem pois nao é tarefa fácil. Como lidar com uma colonia grande de gatos abandonados? O que fazer para ajudar? Tenho que melhorar muito como pessoa quando vejo o tanto que vcs fazem.

    • Puxa, Eve, que dó… A primeira coisa que devemos fazer em colônias é castrar todo mundo, para controlar a população. Isso é o principal. Se quiser organizar um mutirão, estou às ordens para ajudar, conte comigo!
      Beijos!

  2. Pingback: Feitas uma para a outra :) | PAULAtinamente

  3. Pingback: Pequenas grandes alegrias | PAULAtinamente

  4. Pingback: Você já adotou um mini-humano hoje? | PAULAtinamente

  5. Pingback: Equipe de apoio | PAULAtinamente

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s