Uma manhã típica na morada dos Ramos – parte 2

Maridón precisou trabalhar no final de semana e eu, me achando A super-heroína, falei: “pode ir tranquilo, eu fico sozinha com as meninas, o que poderia acontecer em duas horas? Vai dar tudo certo”.

Ledo engano. Le-do en-ga-no MESMO.

De cara a Pi acordou chorando, saí correndo, antes que acordasse a Lily também, e bati o dedinho do pé no criado-mudo com toda força.

Cheguei manquitolando no quarto e encontrei a Pi ENSOPADA de xixi, além das duas camas, travesseiros, lençóis, protetor de colchão, colchão, boneca e chão. Tipo um tsunami de urina.

Gastei uns três segundos tentando entender como tudo aquilo poderia ter saído de um bebê de um ano e meio e mais uns dez pensando por onde começar.

Resolvi limpar primeiro a quiança, porque né? Coitada. Eu também estaria chorando se tivesse xixi no meu cabelo.

Quiança pronta, peguei a mamadeira para a Pi ir tomando enquanto eu arrumava o quarto. Só que ela puxou da minha mão, tentou tirar a tampa, arrancou o bico e derramou leite para todo lado, incluindo parede e trocador.

Porque Pilar é do gueto. Ela não tem medo de matar ou morrer, em busca do próximo mamá. E o devora em dois minutos, como se não houvesse amanhã.

Enfim. Limpei o quarto com papel toalha e herbal vet dos gatos, que era o que tinha para hoje.  Nesse meio tempo, os gatos começaram a brigar, os cachorros a uivar e a Liló acordou. Ótimo.

Aí eu fiz o que qualquer mãe faria: ignorei a recomendação do pediatra de só deixar a Pi ver TV após os dois anos e apelei à santa Galinha Pintadinha, para conseguir amamentar.

Foram cinco minutos incríveis de paz, até que começou a chover, o wi-fi caiu e voltamos ao caos. Pi chorando porque a maldita galinha foi embora, Lily chorando porque queria mamar, eu chorando de desespero.  Mencionei que os cachorros estavam uivando e os gatos brigando?

Mas tudo bem, vamos pensar positivo. Falta apenas uma hora e meia – de duas – para o maridón voltar. O que mais poderia dar errado?

#killmenow

2 pensamentos sobre “Uma manhã típica na morada dos Ramos – parte 2

  1. E cadê o agradecimento público ao SOS Titi???
    (obs: melhor parte ever: “Ela não tem medo de matar ou morrer, em busca do próximo mamá.” rolei de rir!!!! rs)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s