Concorrência desleal

Demorou exatamente um ano, mas o dia que eu temia chegou: gordinha descobriu a ração dos gatos.

Não posso deixá-la dois minutos “solta”, que ela engatinha correndo até os potes e enche as mãos.

Quem não está gostando nada da concorrência desleal é o Chandon. Ouvi dizer que ele está até organizando um protesto, muita gente para dividir o pão nosso de cada dia.

Só é uma pena que a ração não seja vegetariana, mas pelo menos o cabelo dela ficará incrível e ela não terá bolas de pelo tão cedo.

#burlandoadietafeelings

#saudadesdatorradinha

Imagem

16 pensamentos sobre “Concorrência desleal

  1. Oi Paula!
    Acompanho sempre seu blog, admiro muito seu trabalho com animais e abandono. Sabendo que você trabalha com a adoção, eu gostaria muito de esclarecer algumas dúvidas com você …

    Sábado à noite, estávamos em casa e escutamos uns miadinhos fininhos, de filhote. Eu sempre quis adotar outro bichano, porque um que eu já havia adotado, sumiu de casa. Creio que foi envenenado (!!!), logo no começo da adaptação. Mas como eu engravidei logo após este acontecimento, acabei me distraindo, e não fiz nenhuma outra adoção.
    Eu abri a porta, recolhi o bichinho. Coloquei ração (do nosso gatinho que sumiu), água e me aproximei. Ele é muito bonzinho, dócil, respondeu à nossa aproximação. Deixamos ele preso. Fiquei com muita dó, mas não havia outro jeito. Sei que foi ruim para ele, mas pior seria na rua, eu acho. No domingo deixamos ele bem à vontade, ele andou pela casa, parece que está se adaptando. Coloquei também a caixinha de areia que eu já tinha.
    Hoje saí para trabalhar. Eu e marido decidimos deixar ele preso, porque temos medo que ele fuja, seja atropelado/envenenado. Só que meu coração fica apertado, tenho muita dó de privá-lo de espaço, mas avaliando os riscos, decidimos que seria o melhor para ele. Antes preso do que sumido.
    Queria muito saber se você concorda com isso. É correto prendê-lo?
    Além disso, queria saber quais os primeiros cuidados com ele. Ao levá-lo ao veterinário, ele deve tomar alguma vacina, vermífugo, ou somente fazer um exame de sangue? Ele tem por volta de 4 meses. Acho que ainda não é idade para castrá-lo né? Queria também algumas dicas para que nós possamos educá-lo para convívio dentro de casa, como por exemplo, ensiná-lo a não subir em áreas críticas, como a pia da cozinha, por exemplo.

    Desculpe a enxurrada de perguntas, mas é que eu só adotei um cachorrinho até hoje. Quando tentamos adotar o 1° gatinho, foi como te contei no início. Agradeço muito se puder nos ajudar!
    Beijos à família toda!

  2. Oi, Luciana!
    Imagina, é um prazer ajudar!
    Lugar de gato é mesmo dentro de casa. Essa história de que são selvagens e “se viram” é lenda, eles são animais domésticos como cachorros e não devem nunca ter acesso à rua, porque estão sujeitos aos mais variados tipos de maldade, como envenenamento, atropelamento, maus tratos, etc. Eu mesma já resgatei uma gata colocada VIVA na churrasqueira e outra enterrada VIVA, só com o focinho para fora, por ex. O ser humano pode ser muito cruel, às vezes.
    Minha sugestão é que vc coloque tela nas janelas e portões da sua casa, para evitar que o gatinho saia, assim vcs ficam tranquilos e ele seguro. Se tiver um solzinho para ele tomar na janela e espaço para brincar pela sala, por ex, é mais do que suficiente. Tenho 10 gatos aqui e nenhum deles sai de casa.
    O ideal é levá-lo ao veterinário e providenciar o trio vermífugo – vacinas – castração o mais rápido possível, porque quanto mais cedo vc castrar seu bichinho, melhor para a saúde dele (a partir dos 3 meses, claro, antes não pode). Aconselho que vc dê uma semana entre uma coisa e outra, para evitar que a imunidade dele caia (ex: vermifuga, espera uma semana e dá a primeira dose da quádrupla e depois de mais uma semana, castra).
    Quanto à educá-lo, eu sugiro que vc use um borrifador de água para ensiná-lo a não subir em determinados locais, como pia da cozinha e fogão, por ex. Lembrando que não se pode encharcar o gato, é só uma molhadinha de leve, para ele entender que não pode. Também não adianta proibí-lo de subir em tudo, porque é da natureza deles. Precisa escolher apenas os pontos estratégicos.
    Se tiver mais alguma dúvida, estou às ordens!
    Beijos!!

  3. Paula, muito obrigada mesmo. To aqui trabalhando e morrendo de dó, mas confio no que você disse, é melhor mesmo ele ficar guardadinho. Que coisas horríveis fazem com os bichinhos, como podem? Pensando assim, acredito que foi ele quem nos adotou, chegou em uma casa com comida e gente de bem, imagina se é com um trogloditas desses ..

    Obrigadíssima pela dica do borrifador! Não vamos encharcá-lo não, tadinho! rsrs Sou contra bater nos bichinhos por que querem subir, mas queremos mostrar para ele onde ele pode subir, evitando os locais onde tem comida de gente, como as pias e o fogão.
    Vou levá-lo ao veterinário, mas é que antes é sempre bom uma opinião de fora, porque como eu falei, só tenho experiência com cães. Temos dois adotados que moram com a minha mãe.

    Agradeço mesmo! Se precisar eu pergunto novamente sim, muito obrigada!
    Beijos!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s