Pequenos progressos

Farofa é uma gata triste.  Triste mesmo, como poucas vezes vi.  Não é arisca, é apenas assustada e tem um vazio no olhar de partir o coração.

Parece que entende tudo que aconteceu nos últimos dias e sabe do que escapou.  Ou pior, não entendeu nada, sente saudades da antiga família e pensa que a vilã sou eu.  Como explicar para alguém que ama incondicionalmente, que foi deixada para trás?

Apesar de ter experiência com animais traumatizados, o comportamento da Farofa estava me tirando o sono. Dias encolhida, apática, na mesma posição, sem comer, beber água, nem se mexer. Cada vez que alguém entra no quarto, ela treme e fica ofegante, respirando com a boca aberta e a linguinha para fora (isso é um sinal perigoso, gatos podem até ter uma parada respiratória de puro stress).  Estava com muito medo dela ficar doente ou de ativar o vírus da AIDS.

Mas, quando desci hoje cedo, me deparei com a seguinte cena: Farofa na janela, olhando um passarinho e lambendo a patinha.

Gata que se lambe, quer viver. Gata que tem curiosidade para ver o mundo também.

Claro que o flagra durou apenas 10 segundos, assim que ela me viu, voltou correndo para o esconderijo. No entanto, foi suficiente para renovar minha esperança de que tudo ficará bem.

A apatia e o olhar triste estão com os dias contados, podem apostar.

Farofa-fa terá o seu “e viveu feliz para sempre”, tenho certeza 🙂

Imagem

9 pensamentos sobre “Pequenos progressos

  1. Não entendi o negócio de ativar o virus da Aids!!!
    Como assim??
    Gato tem aids??
    Nunca ouvi falar…
    Será que tem “preservativos felinos” (não brigue comigo, é brincadeirinha) rsrs.
    Mas é sério! Fiquei curiosa!

    • Gatos podem ter AIDS sim, é exatamente igual ao que acontece com humanos (inclusive formas de contágio), mas o vírus se chama FIV ao invés de HIV. Por isso a castração é tão importante (nada de preservativos! rs).
      Os gatinhos podem viver normalmente, por anos a fio, e morrer de outra coisa, como a minha Jojo, que teve câncer e pneumonia, ou podem ter o vírus ativado por algum problema de saúde ou stress.
      O vírus da Farofa, infelizmente, parece estar ativando e estamos lutando muito aqui, para tentar controlar o quadro.
      Torcida e pensamentos positivos são mais do que bem-vindos, mesmo de quem não gosta tanto de gatos, como é o seu caso!
      Se quiser saber mais, estou às ordens! 🙂
      Beijos

  2. Pingback: Farofa-fa | PAULAtinamente

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s