O primeiro toco a gente nunca esquece

Maridón sempre é motivo de chacota entre os grupos de amigos. É praticamente um fenômeno, a piada pode até estar enveredando para outro lado, mas inexplicavelmente termina nele. Sempre, mesmo que o assunto não tenha nenhuma relação.

O caso é tão grave, que um amigo até criou a “Lei Cazezinho do Tucuruvi”, para limitar o número de avacalhações por noite.

Quando a Pi nasceu, brincávamos que as primeiras palavras dela seriam “Ai, pai….”, seguidas da mãozinha no rosto, de pura vergonha.

Mas não precisamos esperar tanto. Espanholinha que é, Pirilmapa já mostrou a que veio e deu o primeiro passa fora no papai.

A pergunta que não quer calar é: de onde veio esse gênio tão forte, tendo uma mãe doce e meiga como eu??

#filhadepeixebravinhaé

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s